ÚLTIMOS POSTS:

21 de outubro de 2020

Kyoudai Podcast #132- Comédias Nonsense e Críticas Veladas

2 comentários

 


Está no ar mais um Kyoudai Podcast, um podcast sobre anime da Iniciativa Kyoudai (@Ikyoudai) feito em parceria entre os blogs Netoin! e Animecote e hoje com a participação de Evilasio Junior (@JuniorKyon), Carlírio  (@cnetoin) e Yuri Guimarães (@yuri_guimaraes_). Nessa edição nós falamos sobre Animes de comédia Nonsense que apresentam algum tipo de crítica velada.


Download: clique aqui (archive.org)


Blocos:

  • 00:00:00 - Apresentações e introdução
  • 00:03:22 - Comentários do Kyoudai Podcast #131
  • 00:30:48 - Pauta central do podcast
  • 01:30:24 - Considerações finais

Acessem também:


Sigam a Iniciativa Kyoudai (@ikyoudai) no Twitter para ficar por dentro diariamente das principais notícias sobre anime s e mangás
Leia +

Toonime #28: School Rumble Temporada 1 - parte 2

0 comentários

 


Está no ar vigésima oitava edição do Toonime. O podcast da Iniciativa Kyoudai onde vocês poderão conhecer e ouvir nossas opiniões sobre animes e cartoons. Em cada edição um anime ou cartoon será comentado com e sem spoilers para que qualquer interessado possa conferir o podcast. As edições impares são sobre cartoons e as pares sobre animes. Nessas edições, eu (Evilasio Junior) (@juniorkyon) e Yuri Guimarães (@yuri_guimaraes_) comentamos o mais uma parte do hilário School Rumble.


Download (archive.org): clique aqui

Blocos:
  • 00:00:00 – Introdução
  • 00:02:26 – Comentando a obra sem spoilers
  • 00:40:32 – Considerações finais
  • 00:47:55 – Análise da obra com spoilers

Visitem também:

Sigam a Iniciativa Kyoudai (@ikyoudai) no Twitter para ficar por dentro diariamente das principais notícias sobre animes e mangás.
Leia +

18 de outubro de 2020

Fim de Temporada: Melhores Animes Verão 2020


Novamente alguns imprevistos cá e lá atrasaram tal postagem, mas aqui está mais um compilado do Animecote com os tops daqueles que foram os melhores animes recém finalizados nas últimas semanas, trazidos por Evilasio Junior e Escritora Otaku - ele montou um habitual top 5 e encerrou ainda duas menções honrosas, enquanto ela apresenta um top 4 por motivos explicados pela mesma e, olha só, no total só um anime chegou a ser mencionado pelos dois (e foi simplesmente por isso que ele virou capa do post)...

 

Pois bem, boa leitura. 


**********


Escritora Otaku

Voltei!!! Não pude participar da postagem anterior porque os animes que peguei para ver foram adiados, vocês sabem porquê. Desta vez, voltamos a certa normalidade ou quase, afinal, a lista terá apenas quatro animes - não foi por falta de opções, deixando claro aos desavisados e sim porque foram os que achei melhor para assistir neste meio tempo. Sem menções honrosas, então, vamos ao que interessa a vocês: os animes. Se vou reaparecer de novo por aqui, de costume, se tiver animes para montar lista, se não, paciência.

 

4° - Kanojo, Okarishimasu

Olha só, a ideia da série é curiosa, só não foi surpresa pra mim: fui lembrando de filmes que possuem algo semelhante. Quanto aos pontos positivos, animação muito bonita, personagens legais e as confusões de se ter uma namorada de aluguel foram boas de se ver. Se tive raiva do protagonista, até que não, sou paciente até demais com personagens problemáticos da grande maioria; as garotas são as que roubam os holofotes, tirando uma que veio bem no final, as outras garantiram espaço e presença.

E não dá para não falar do encerramento do anime em si: quem tem mente poluída vai se sentir representado.... Já anunciaram segunda temporada e bem... não vou ver, tenho uma lista bem mais interessante de outros animes e o contexto deste não deu um pingo de vontade de continuar. Boa sorte aos que optarem em seguir.

 


3° - Gundam Build Divers Re: Rise 2nd Season

Apesar de ser segunda temporada, a verdade aqui é que está mais para continuação direta dos episódios exibidos no último trimestre de 2019, mas, sabem como é: para diferir, bota segunda temporada e pronto!? O anime continua com a trama e dá uma conclusão a uma jornada pelo universo do GBN, iniciada em “Gundam Build Divers”. Sei que tem gente que esperava mais de outro anime da franquia Gundam e torceu o nariz para esta série e a anterior. Vale deixar claro que estas animações foram feitas para um público diferente do habitual, que fica entre infantil e infanto-juvenil, usando de uma mistura certeira entre “Pokémon” e “Gundam” - ou seja, a Sunrise não errou em fazer tais séries, tudo estava calculado e planejado pela produção desde o começo. Estamos falando de um estúdio que deu vida a temática mecha e ficção científica, que prefere animar com carinho do que abusar da computação gráfica duvidosa que vemos por aí.

E como se saiu? Muito bem, o anime focou bem no desenvolvimento que os protagonistas já tinham e ampliou a confiança de cada um deles; se preocupou em dar fim a aventura que se meteram e concluiu isso de maneira satisfatória. Um ponto que tinha dúvidas era sobre o tempo que "Re: Rise" se passa, se era o mesmo do anime anterior ou uns anos depois, foi a segunda opção. Mais que isso, trouxeram o elenco de "Build Divers" na reta final e foi tão bom rever aquele pessoal, uns mais velhos, com gunplas mais poderosos e outros que perguntava se iam mesmo aparecer. Bom que vieram e deram um charme a mais pro final desta série.

Se recomendo o anime em si, claro que sim: “Gundam Build Divers Re: Rise” consegue segurar as pontas, tem protagonistas mais elaborados, uma trama com reviravoltas no estilo da franquia e funciona sozinho sem precisar acompanhar o anime que o antecedeu. Há uns pontos que fica melhor caso tenha visto “Gundam Build Divers”, tirando isso, foi muito bom assistir a aventura de Hiroto, May, Parviz, Kazami e Freddie neste universo virtual.

 


2° - Maou Gakuin no Futekigousa: Shijou Saikyou no Maou no Shiso, Tensei shite Shosou-tachi no Gakkou e

Um clichê que realmente funciona e não irrita, um protagonista overpower carismático, suas admiradoras que com sua canção faz o anime virar um momento idol e direto ao ponto: estes são um pouco dos ingredientes que esta série trouxe. A ideia aqui não é um isekai como temos visto nestes últimos anos e sim que nosso protagonista renasce anos adiante e presencia o presente futuro que dera, quando vivo. E nota que há coisas que ainda estão erradas, tanto do lado dos demônios quanto dos humanos e não uma coexistência tranquila e sem rixas. Desiludido, não, um aspecto louvável do Anos: a ideia do personagem em si, me fez lembrar do Yuri de “Kyou Kara Maou!” e do Akuto de “Ichiban Ushiro no Daimaou”, animes que tem a figura do maou de formas diferentes do habitual e tão poderoso quanto estes dois personagens. Semelhanças que param aqui, pois de resto, sua personalidade e maneiras superam estes dois com quem tive contato.

Sem enrolar muito, Anos é o protagonista mais apelão de 2020 e tenhamos dito! Concorrentes? Imagino ele dando uma surra homérica e chegar na casa dos pais para comer gratinado de cogumelo na maior tranquilidade.

 


1° - Fruits Basket (2019) 2nd Season

Olha, esta lista foi fácil e admito que o único concorrente a este anime apenas não entrou porque foi adiado e só termina em novembro (falando de tu, “Major 2nd” segunda temporada, não se preocupe, sua vaga está garantida na lista seguinte e sim, vão assistir, este anime é fantástico em todas as letras). Engraçado que fora este, o que ficou em terceiro também foi adiado por um tempinho e voltou, só pra constar. Já este não foi adiado em nenhuma hipótese, como tinha suspeitas e ainda bem, senão, a lista ia ficar com três animes e não ia formar uma lista justa.

A saga de nossa querida e simpática Tohru Honda continua firme, com direito a comédia descompromissada e drama que faz falta em shoujos atuais. Não sei se é impressão minha, sinto que os shoujos tem tido uma dramaticidade “leve demais” pro meu gosto e até falsa, em certos momentos. Por isso fico feliz que “Furuba”, como o pessoal costuma chamar a série tem momentos dramáticos bem tocantes, nesta segunda temporada ganhando ares mais grandiosos e nos preparando para a reta final, a ser lançada em 2021.

E como foi? Mais que bem, um crescente quanto aos mistérios da família Souma e um amadurecimento para boa parte dos personagens. Sem ficar dando exemplos demais, Yuki e Kyou trouxeram isso em voga: o primeiro decidindo tomar rumo por conta própria e querendo se relacionar mais com outras pessoas, enquanto o segundo está resolvendo certas pendências e se preparando para o seu futuro, seja ou não de acordo com o que desejam de sua pessoa.


Mais uma vez, o anime acerta no que conta e suas aberturas e encerramentos foram um show à parte: a primeira sendo uma típica abertura de verão e a segunda com um toque mais sensível; os encerramentos seguem mostrando todos os Souma envolvidos, um mais artístico e o segundo com artes lindas destes personagens com a natureza e flores. Vou esperar pelas full version de todas elas, podem ter certeza.


**********


Evilasio Junior

Olá, pessoal! Cá estou para falar sobre meus animes preferidos de mais uma temporada, dessa vez uma temporada com bem menos lançamentos que o convencional devido à pandemia do COVID-19 que vem afetando a todos, e que não obstante afetou a indústria de animes. Ainda assim, tivemos estreias bem interessantes e que valem o destaque pela alta qualidade, especialmente das tramas que apresentaram. Sem mais delongas, vamos a minha lista de verão de 2020.


5º – Dragon’s Dogma

Animes completamente em CGI costumam ser bem difíceis de indicar, ainda mais quando baseados em jogos, uma vez que  muitos fãs de anime tem pouco interesse ou olham torto para esses tipos de obra.  E pelo menos no quesito beleza, não dá pra dizer que "Dragon’s Dogma" está apto a quebrar essa sina - ainda assim o CGI não só é tolerável, ele até impressiona um pouco em alguns momentos de ação. No entanto, o que chama atenção na série é seu enredo bem direto, que apresenta uma épica aventura de RPG em um mundo de Dark Fantasy.

A série é baseada no jogo homônimo de 2012 e acompanha a jornada de um homem que teve sua família morta e seu coração tomado por um dragão, desse modo se transformando em um “Ressurgido”, alguém que tem como único propósito enfrentar o Dragão que tomou seu coração. A série segue o protagonista e sua companheira de aventuras ao longo de toda a sua jornada até o covil do Dragão. A cada episódio passamos por um pecado capital que é exposto sempre nos atos das pessoas que o protagonista conhece e na maldade que aos poucos se torna também parte deste.

A série não é a melhor obra de anime baseada em vídeo games já feita, nem o melhor anime de CGI criado, mas tem seus méritos e sua curta duração acaba jogando a favor.  Por fim, "Dragon’s Dogma" apresenta uma jornada agridoce e pessimista, com uma fagulha de esperança e com um tom difícil de ver em muitos animes. Para quem curte histórias de Dark Fantasy, vale o esforço de encarar o visual CGI (que não é ruim, porém está longe de ser de alta qualidade)  e conferir esse anime.

Obs.: Como é comum em histórias de Dark Fantasy, além de violência explícita o anime também apresenta nudez.



4º – Deca-Dence

É difícil falar desse anime sem passar spoilers, uma vez que há uma grande virada bem no início dele, mas farei o melhor possível.

"Deca-Dence" é uma obra original do estúdio Nut, que apresenta um mundo onde os últimos humanos vivem dentro de uma grande máquina móvel chamada Deca-Dence, e para sobreviver e conseguir combustível precisam lutar contra criaturas chamadas Gadolls em meio a uma terra em ruínas. Os protagonistas da história são a jovem Natsume e seu mentor Kaburagi. Natsume sempre teve interesse em se tornar um Gear, título dado aos guerreiros que arriscam suas vidas enfrentando os Gadolls, no entanto sempre foi desencorajada a seguir esse caminho, especialmente por ter um braço mecânico devido a um incidente de seu passado.  Porém, ao conhecer Kaburagi, sua vida muda completamente e agora não apenas ela pode ter de lutar com os Gears, mas terá de encarar uma verdade nunca antes imaginada. Enfim, o encontro de Kaburagi e Natsume será a chave para mudar todo o mundo em que vivem.

"Deca-Dence" foi uma grata surpresa desse verão. Com inspirações óbvias em obras do estúdio Gainax e misturando elementos antigos e outros mais recentes de ficções científicas, ele faz seu dever de casa e vai além de uma simples cópia, apresentando uma história com muitos clichês, mas também com escolhas bem únicas em sua trama e no visual de seus personagens. A animação é bastante competente e a trilha sonora não fica atrás. Esse anime é uma excelente indicação para os fãs de sci-fi e aventura.



3º – Nihon Chinbotsu 2020

Possivelmente "Nihon Chinbotsu 2020" é a série mais polêmica da temporada. Inspirado em um livro japonês de ficção dos anos 70, que já teve adaptações para diversas mídias, como mangás e cinema, esse anime atualiza a história para os tempos atuais. Uma das grandes apostas da Netflix para a série foi a direção do renomado Masaaki Yuasa e produção do estúdio Science Saru que também é encabeçado por Yuasa.

A história relata a jornada de um grupo de pessoas tentando sobreviver a um desastre natural capaz de afundar todo o arquipélago japonês no oceano e seus desdobramentos. Ao longo de 10 episódios o grupo de personagens acompanha enormes adversidades e qualquer passo em falso pode custar a vida de um deles ou até mesmo de todos.

Particularmente, acho fascinantes histórias de cataclismos e a luta pela sobrevivência durante um desses eventos. Dito isso, acredito que o anime peca em apresentar muito mais subtramas do que o número de episódios comporta, deixando muitas delas rasas e para alguns acredito que até sem sentido. Ainda assim adorei a jornada apresentada nesta série e por isso eu sugiro a todos darem uma chance e se os dois ou três primeiros episódios não te pegarem, não precisa seguir.  Particularmente o primeiro e o último episódio são meus preferidos, então sugiro cautela em julgar o anime apenas pelo primeiro episódio, seja para o lado ruim, ou para o lado bom.



2º - Yahari Ore no Seishun Love Comedy wa Machigatteiru. Kan


Essa é terceira e derradeira temporada da adaptação para anime da novel "Yahari Ore no Seishun Love Comedy wa Machigatteiru de Wataru Watari". E como tal é uma temporada praticamente voltada a resoluções e por isso mesmo não tenho muito a falar sobre a trama para não passar spoilers, logo irei me ater apenas a minha opinião e deixar a sinopse de lado.

"Yahari" é sem dúvida uma das minhas séries preferidas quando penso em obras que tentam retratar bem as dificuldades dos adolescentes em lidar com uma fase tão peculiar da vida, onde é preciso aprender o significado de maturidade, mas ainda sem saber ao fundo o que se tornar adulto significa, e em meio a isso ter de encarar as primeiras experiências amorosas, que podem ou não ser duradouras, mas que nesse momento da vida parecem serem as decisões mais importantes.

Nesse sentido, gostei bastante da temporada e de seu final, mas sem dúvida pareceu uma temporada muito mais focada em resolver situações do que discutir sobre elas, como foi visto nas duas temporadas anteriores, e por isso mesmo foi a “menos boa” das três, mas mesmo assim valeu cada minuto. Enfim, a trilogia de "Yahari" continua sendo uma das minhas séries colegiais preferidas e recomendo a todos os públicos, especialmente a quem já passou pela adolescência.



1º - Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu 2nd Season

"Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu" é um anime de fantasia, baseado em uma light novel homônima, que conta a história de um adolescente NEET (Not in Employment, Education or Training – Sem emprego, Não Estudando ou em Treinamento), que é transportado para um mundo de fantasia medieval com elementos de high fantasy e dark fantasy, onde ele se envolverá em uma trama política violenta, enquanto tenta proteger uma meio elfa que quer ascender ao trono de um país. O protagonista, Subaru, ao ir para esse novo mundo, foi amaldiçoado por uma bruxa e agora é capaz de voltar a vida, em um certo ponto do passado, toda vez que morre, mas é magicamente impedido de contar isso a alguém, o que faz dele um viajante quase que solitário entre diversas realidades onde suas escolhas afetam completamente o desenrolar da história do mundo.

Eu carrego várias ressalvas quanto a primeira temporada de "Re:Zero" e em geral tenho uma opinião bem tendenciosa contra alguns Isekais. Dito isso, a segunda temporada de "Re:Zero" é fantástica. Quase todos os episódios são excelentes e a escolha de focar em uma grande saga apenas foi muito acertada.

A temporada é sem dúvida brutal e dramática, ao mesmo tempo em que instiga o espectador e fisga sua atenção a cada momento, provocando os mais diversos tipos de emoções. Particularmente terminei a temporada com um gostinho de quero mais o quanto antes (estou aguardando ansiosamente o que virá em janeiro).



Menções Honrosas:


Fruits Basket 2nd Season

Sem dúvida a segunda temporada de "Fruits Basket" é cheia de altos e baixos, tendendo bem mais para o drama que sua antecessora, com poucas e muito boas pitadas de comédia.  Particularmente tenho vários pés atrás com certas decisões da autora, ainda assim, foi uma série muito agradável de acompanhar com meus amigos de call e espero ansioso pela terceira temporada.



Memórias de Idhún

Esse é um anime europeu de fantasia, com apenas cinco episódios em sua primeira temporada, que foi lançada pela Netflix. O anime adapta uma série de livros com título homônimo da autora espanhola Laura Gallego, que misturam fantasia e modernidade. Os livros nunca foram publicados no Brasil, nesse sentido a série da Netflix é uma excelente forma de conhecer essa história, ainda assim vale dizer que o começo é meio arrastado e a obra fica bem mais interessante em seus dois episódios finais.  Aguardo uma segunda temporada.


**********
Leia +
Copyright © 2016 Animecote , Todos os direitos reservados.
Design por INS